Ads 468x60px

26/06/2011

A Lei da Semeadura e da Colheita



Texto: Gálatas 6.7
Introdução
> A semeadura é opcional, porém a colheita é obrigatória!
> Quem planta arroz, colhe arroz; quem planta café, colhe café; não tem como ser o contrário!
> Quem planta amor, colhe amor; quem planta ódio, vingança, mentira, trapaça, falta de perdão, etc, colhe exatamente as mesmas coisas.
Proposição
> (AT) Aquilo que o homem semear, ele vai colher.
> (ST) A Bíblia nos mostra exemplos da realidade da lei da semeadura e da colheita.
I.) Vida de Jacó
> Jacó enganou seu pai em concordância com sua mãe – Gn 27.6-41
- Jacó não precisava enganar seu pai para que a promessa de Deus em relação a ele se cumprisse (Gn 25.21-23). Deus não precisava de nenhuma “ajuda” de Jacó ou de Rebeca para cumprir seus propósitos, assim como Ele também não precisa de nenhuma “ajuda” de nossa parte para cumprir os seus propósitos em nossas vidas!
- Jacó foi influenciado negativamente por sua própria mãe e infelizmente cedeu a tal influência (Gn 27.6-13). Muitas vezes receberemos uma influência negativa, talvez de pessoas muito próximas, todavia isso não nos obriga a cedermos a tal influência negativa.
- Embora tenha recebido influência negativa de sua mãe, Jacó agiu deliberadamente (Gn 27.14-29) e no futuro teve de colher os resultados de suas escolhas, daquilo que semeou.
- Esse tipo de procedimento (engano, mentira) sempre traz tristes resultados nos relacionamentos, principalmente no seio da família. Jacó passou a ser alvo do ódio e do desejo de vingança de seu irmão (Gn 27.30-41).
> Jacó colheu exatamente aquilo que plantou, ou seja, engano e mentira.
- Jacó foi enganado por Labão, seu sogro – Gn 29.15-30
- Jacó foi enganado pelos seus próprios filhos – Gn 37.23-35
+ Essa talvez foi a colheita mais dolorosa da vida de Jacó, em função daquilo que ele havia plantado no passado.
+ Jacó sofreu a suposta morte de seu filho José durante mais de 20 anos.
II.) Vida de Rúben
> Rúben foi o filho primogênito de Jacó, e como tal tinha o direito à benção da primogenitura – Gn 29.31,32; 35.23
> Rúben foi responsável direto pela preservação da vida de José – Gn 37.21,22
> Rúben se propôs a responsabilizar-se pela segurança de Benjamim – Gn 42.37
> Apesar destes bons exemplos, Rúben optou por fazer uma semeadura nada boa, ele cometeu um pecado gravíssimo ao se deitar com Bila, uma das mulheres de seu pai – Gn 35.22
> Como colheita de sua semeadura, de seu pecado, Rúben perdeu seu direito de primogenitura – Gn 49.3,4
Conclusão
> Poder-se-ia falar ainda de tantos outros exemplos bíblicos como Sansão e Davi, entre outros!
> Não nos esqueçamos: Aquilo que o homem semear, ele vai colher; a semeadura é opcional, a colheita é obrigatória!
Pr. Ronaldo Guedes Beserra – A Idéia para esta mensagem surgiu a partir de sermão pregado pelo Pr. Josué Gonçalves.

Nenhum comentário:

 

Sample text

Sample Text

Sample Text