Ads 468x60px

20/06/2011

O Tempo está Próximo




Texto: Ap 22.10-12


V.10 – “E disse-me: não seles as palavras da profecia deste livro; porque próximo está o tempo”.
As palavras da profecia não devem ser seladas, ou lacradas, ou destinadas a apenas um remetente. Elas devem ser proclamadas, soltas, por todos os tempos, até a consumação dos séculos ou a plena realização da profecia.
Para Deus mil anos são como um dia – 2 Pe 3.8
A eternidade de Deus o faz ver e mostrar as coisas como se fossem ocorrer hoje ou amanhã.
HOJE: mais do que ontem. Profecias da proximidade descritas em Mt 24 e 25. Proclamar e viver.

v. 11 – “Quem é injusto faça injustiça ainda; e quem está sujo suje-se ainda; e quem é justo faça justiça ainda; e quem é santo seja santificado ainda”.
- O injusto é aquele que se firma em justiça própria e não foi regenerado ou santificado pela justiça de Cristo. A mente humana apela para uma justiça fora dos padrões bíblicos. Jesus é a nossa justificação.
- O sujo é aquele que foi lavado, mas ama o chiqueiro. É a porca que volta à lama, porque é porca. É o cão que volta ao vômito, porque é cão. É aquele que despreza o poder do sangue de Jesus – 1 Jo 1.7; 1 Pe 1.18,19.
- O justo é aquele que foi resgatado pela justiça de Cristo. O que foi por Ele justificado, santificado. É aquele que segue os passos de Jesus, 1 Jo 2.6. Tem a mente de Cristo e não muda, mesmo que com dano próprio, Sl 15.4.
- O santo é aquele que está separado do mundo e das suas imundícias por amor a Deus. É aquele que tem a mente de Cristo e ama a Palavra de Deus, a Igreja de Deus e o povo de Deus mais do que a si próprio. Ele não tem prazer no mundo e nem na sua concupiscência, Sl 1; 2 Tm 2.21; Ti 2.14; Hb 9.14; 1 Jo 1.9.


SENTIDOS DIVERSOS DA PREPOSIÇÃO “AINDA”:
– Temporalidade - Gn 8.12 – “Então esperou ainda outros sete dias; e enviou fora a pomba, mas não tornou mais a ele”.
- Permanência - Gn 18.22 – “Então viraram aqueles varões o rosto dali, e foram-se para Sodoma; mas Abraão ficou ainda em pé, diante da face do SENHOR”.
Ap 2.13 – “Eu sei as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita”.
- Continuidade – Gn 18.29 – “E continuou ainda a falar-lhe, e disse: Se, porventura, se acharem ali quarenta? E disse: Não o farei, por amor dos quarenta”.
- Circunstância – Hc 3.17: “Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas”. V.18 - “EU, PORÉM, esperarei no Senhor; Jeová, o meu Salvador, é a minha força e me fará andar nas minhas alturas”.
Mq 7.8 – “Ó inimiga minha, não te alegres a meu respeito; ainda que eu tenha caído, levantar-me-ei: se morar nas trevas, o Senhor será a minha luz”.
Sl 27.10 – “(Ainda que) Se meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá”.
- Expectativa – 1 Jo 3.2 – “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque, assim como é, o veremo”.
- Conseqüência – Ap 8.13 – “E olhei, e ouvi um anjo, que voava pelo meio do céu, dizendo, com grande voz: Ai! ai! dos que habitam sobre a terra! por causa das outras vozes das trombetas dos três anjos que hão de ainda tocar”.

A palavra da profecia dada pelo Senhor no v.11 contém todos esses elementos: temporalidade, permanência, continuidade, circunstância, expectativa e conseqüência.

MOTIVOS DA EXORTAÇÃO:
V. 12 – “E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo a sua obra”.
GALARDÃO – recompensa, prêmio
Gn 15.1 – A presença permanente do Senhor
Nm 18.31; 1 Co 3.8 – Recompensa do serviço no templo
Is 49.4; Jr 31.16; Jo 4.36 – Recompensa pelo serviço prestado ao Senhor
Rt 2.12 – Recompensa pela renúncia e obediência
Et 6.3; 2 Jo 1.8 – Recompensa pela fidelidade
Mt 5.12; Cl 3.24 – Recompensa aos sofrimentos na obra
Mt 10.41,42 – Recompensa pela hospitalidade e serviço aos santos
Hb 10.35 – Recompensa pela confiança em Deus
Sl 127.3 – filhos abençoados
Pv 24.14 – Recompensa dos que buscam a sabedoria divina
Mt 5.46; 6.1-16 – receber galardão na eternidade e não na terra, visto pelos homens
Pv 24.20 – o maligno não tem galardão algum
Is 40.10; 62.11 – o galardão vem do Senhor
Ap 11.18 – o tempo de distribuir os galardões é do Senhor e Ele cumprirá
Ap 3.11 – “Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa”.

Nenhum comentário:

 

Sample text

Sample Text

Sample Text